Sexo: 5 coisas proibidas pela espiritualidade

Hoje nós vamos falar sobre sexo, um assunto que todo mundo gosta. Porém, vou abordar sob um olhar pela espiritualidade, trazendo cinco coisas “proibidas” com conceitos ocultistas, místicos e esotéricos. São assuntos que costumam ser velados, mas que vêm sendo expostos à medida que as pessoas vão buscando informação.

O meu objetivo aqui é falar de uma coisa incrível que existe no sistema humano que é a relação sexual. Mas também precisamos trazer um pouco de consciência e entendimento sobre o sexo em si. Vou explicar algumas coisas que acontecem no nosso campo de energia quando realizamos o ato sexual.

O caminho da energia do sexo no nosso corpo

Pela espiritualidade, tanto o homem quanto a mulher quando realizam o ato sexual ativam um canal energético conhecido como Sushumna. Esse canal tem como seu representante a coluna, assim como as glândulas têm seus representantes energéticos que são os chakras.

Então, desde o primeiro chakra, que fica na base da última vértebra da coluna, até o último chakra, que é bem no alto da cabeça, nós temos a entrada e a saída de energia que formam esse canal.

Em outras palavras, do alto da cabeça entra a energia que vem do céu e pelas solas dos pés entra a energia que vem da terra. Essas duas energias, como yin e yang, calor e frio, dia e noite, pai e mãe, entram pela na nossa aura em cada extremidade.

A de baixo vai subindo e a de cima vai descendo. E, quando elas se encontram, elas criam esse movimento parecido com a espiral do DNA. E isso faz com que os nossos chakras, que são nossos campos de energia, fiquem equilibrados.

5 coisas proibidas no sexo pela espiritualidade 01

Os chineses acreditam que nós precisamos de duas energias que vitalizam o nosso ser: o Chi – a energia vital – e o Tao – uma força onipresente que age sobre tudo e todos. Essas energias são duas vibrações que se separam como o positivo e o negativo, o sol e a lua, o céu e a Terra. E, ainda pela medicina chinesa, as duas principais formas dessas energias entrarem no nosso corpo são pelas extremidades, além de pela respiração e pelos alimentos ingeridos.

Quando essas energias entram no nosso corpo, fazem o que nós somos. O que difere a personalidade e o magnetismo do ser humano é justamente o que impregna nessas energias, como raiva, medo, tristeza, gentileza… tudo é impregnado na energia vital. E, por ter uma vibração, o pensamento e o sentimento se aplicam sob essa energia, conhecido como eletromagnetismo.

À medida que o eletromagnetismo é construído, você vai atrair mais do mesmo. Como a lei da atração que é criada por você e definida pelo o que você pensa e sente. Ou seja, tudo o que eu faço para o meu campo de energia eu impregno com a vibração característica da frequência do que eu fiz.

Simplificando, se eu faço com alegria, impregno com alegria; se eu faço com amor, impregno com amor; e assim por diante. E a mesma coisa acontece no sexo!

Nossa energia e o sexo

Pela espiritualidade, o sexo é uma outra forma que o ser humano tem de impregnar a sua energia e a do seu parceiro. No sexo, os primeiros chakras da mulher e do homem, no caso de casal heterossexual, têm energias yin e yang, que se complementam. O corpo energético do homem foi feito para ser yang no primeiro chakra e o da mulher, para ser yin.

E no caso de casais homossexuais, um sempre vai assumir yin e o outro o yang. Por isso, um dos parceiros precisa ter uma inversão energética. Isso pode levar um tempo até se ajustar, mas é feito sem problemas.

Agora, vamos ver o caminho que a energia percorre pelos nossos chakras. Pensando em um casal heterossexual, quando acontece o orgasmo e o homem ejacula na mulher, a energia do primeiro chakra do homem vai para a energia do primeiro chakra da mulher.

Do primeiro chakra da mulher, ela sobe para o seu próprio segundo chakra que agora é yang e volta para o segundo chakra do homem. Do segundo chakra do homem ele sobe para o terceiro chakra dele mesmo e que, então, passa para o terceiro chakra da mulher. Do terceiro chakra da mulher sobre para o quarto chakra da própria mulher. E assim por diante até chegar no último chakra.

5 coisas proibidas no sexo pela espiritualidade 02
Imagem: Espiritualismo Uno

Essa troca de fluídos acontece da mulher para o homem e do homem para a mulher, repetindo a vibração dos chakras, e explode na cabeça. É por isso que depois de um orgasmo é normal o relaxamento, porque a energia vem de baixo para cima e explode em comunhão com Deus. O sexo é uma coisa divina.

Traumas e bloqueios no sexo

Quando o fluxo espiralar que a energia vai percorrendo para por causa de um centro de energia bloqueado o orgasmo não acontece. Portanto, as pessoas que têm dificuldade em ter orgasmo têm bloqueios emocionais em algum centro de energia causado por traumas não curados relacionados ao ato sexual.

É muito comum que pessoas tenham problemas e traumas em relação ao sexo e que, inclusive, nunca sequer tenham chegado ao orgasmo. E a relação sexual em si, que carrega tantos significados, acaba sendo desperdiçada.

O que não fazer no sexo

Para não deturpar a sua energia e o processo que acontece no sexo, você pode evitar algumas coisas pela visão espiritualista. São elas:

  1. Troca de parceiros

Você pode fazer sexo à vontade, mas com parceiros estáveis. A estabilidade cria uma troca de energia equilibrada. Quando acontecem muitas trocas de parceiro, você acaba criando uma mistura muito grande de energia.

Quando há troca de parceiro, é recomendado que você espere um mês antes de se relacionar novamente para que a sua energia possa voltar ao equilíbrio natural dela. Caso contrário, você pode desenvolver distúrbios como depressão.

  1. Sexo egoísta

Para haver sexo, precisa haver troca. Não precisa ser apaixonado, mas precisa ter cumplicidade e respeito. Os dois podem estar interessado em algo apenas carnal, mas precisa ter a reciprocidade.

  1. Fazer o outro sofrer

Toda relação sexual que faça o outro sofrer está totalmente desequilibrada pelo sistema de energia. Seja alguma preferência durante o ato que um goste e o outro não ou um jeito de agir que diminui o outro. Sempre que um fizer o outro sofrer, vai estar estragando esse fluxo.

  1. Alucinar

Não envolva álcool e drogas na relação sexual. Quando você está sob efeito de algum desses ativos, há uma expansão de campo energético – ou aura – descontrolada e isso atrai obsessores.

Ou seja, junto com você terão outras energias alheias e espíritos absorvendo a sua energia e a do seu parceiro durante o ato. Isso acontece principalmente em motéis. Então, o uso de álcool e drogas quebram a sua proteção que envolve a energia do casal e deixam vocês sujeitos a isso.

  1. Descarregar

Não use o sexo como uma forma de descarregar energias ruins, pois isso compromete o campo de energia do outro. Tome um banho antes e arrume seus sentimentos para depois ter a relação sexual.

Faça sexo com responsabilidade! Além de usar camisinha, cuide da sua energia. E nos conte aqui nos comentários se você já sabia de algumas dessas proibições.

Se gostou e quer saber mais, acesse nosso canal no YouTube Luz da Serra. Gratidão e beijos de luz!

Redação Luz da Serra

Redação Luz da Serra

Somos o Grupo Luz da Serra, uma empresa referência em desenvolvimento humano e espiritual. Há mais de 15 anos, transformamos a vida das pessoas com livros, cursos e treinamentos, porque o nosso propósito é fazer um mundo mais feliz, saudável e próspero.

Assine nossa Newsletter e fique por dentro de todas as nossas novidades!​

Seja Feliz, Saudável e Próspero

Sobre Nós

Luz da Serra 2020 – Todos os direitos reservados.

Informe seus dados e siga para a compra